A vida é um pisca-pisca...

"-- A vida, Senhor Visconde, é um pisca-pisca. A gente nasce, isto é, começa a piscar. Quem para de piscar, chegou ao fim, morreu. Piscar é abrir e fechar os olhos -- viver é isso. É um dorme e acorda, dorme e acorda, até que dorme e não acorda mais.[...] A vida das gentes neste mundo, Senhor Sabugo, é isso. Um rosário de piscados. Cada pisco é um dia. Pisca e mama; pisca e brinca; pisca e estuda; pisca e ama; pisca e cria filhos; pisca e geme os reumatismos; por fim pisca pela última vez e morre.
.
-- E depois que morre? - perguntou o Visconde.

-- Depois que morre, vira hipótese. É ou não é? "
.
(Exerto de "A chave do tamanho", Monteiro Lobato)
.
Crédito da Figura: Visconde de Subugosa, desenhado por André Koehne, by Wikipédia.

7 commenti:

Raphael Tepedino { 28 de abril de 2008 22:22 }
totalmente verdade!
Monteiro Lobato, meu tio-bisavô, é muito bom...
excelente passagem!
Vinícius Haesbaert { 29 de abril de 2008 00:33 }
rá! verdade. o eterno círculo grego.

e pode deixar que passarei, mas, po, isso é muito subjetivo - tudo pode ser poesia, depende dos olhos de quem olha. haha profundo, profundo.
abraço e valeu pelo comentário!
Latinha { 29 de abril de 2008 15:12 }
Perfeito né... de uma sutileza ímpar, quanto a maioria das pessoas se viraria em 30 para poder explicar a idéia da vida [inclusive eu!], de uma maneira simples e tranquila... ele disse tudo...

Então, eu não estudei em escola salesiana, não. Mas conheço [e gosto muito] da Pedagogia de Dom Bosco e de certa forma estou bastante ligado aos salesianos... [também não sou seminarista, não viu!].

Você estou em colégio Salesiano?

Abração para você!
Raposa { 29 de abril de 2008 22:17 }
Achei um comentário singelo lá no meu blog e resolvi passar por aqui pra pagar a visita. Felizmente foi bem mais produtivo do que eu imaginava. Realmente gostei do texto que você colocou, apesar de ainda achar que "Depois que morre, viramos estatística".

Sabe... me sinto uma criança infeliz por não ter lido o sítio do pica-pau amarelo. Eu tinha a coleção completa na minha casa, mas minha irmã mais velha leu todos os livros antes de mim (e destruiu boa parte deles) fazendo com que minha mãe guardasse em um local fora de meu alcance os livros de infância dela para impedir maiores destruições...
Pedro { 29 de abril de 2008 23:55 }
ótimo texto! genial a comparação.
Latinha { 30 de abril de 2008 01:50 }
Então... por questões de trabalho eu acabei trabalhando muito próximo dos salesianos.. e foi assim que eu acabei conhecendo um pouco mais sobre Dom Bosco e São Francisco de Sales.

Tenho certeza que esses livros devem ser interessantes, com tempo o trabalho dos Salesianos acabou por me encantar. É muito legal ver as escolas e universidades salesianas
depois que você entende a vida de Dom Bosco e a construção do que viria a ser os Salesianos.

Abração!
Vinicius { 30 de abril de 2008 16:16 }
mto massa seu blog...
parabéns !