Profissão e Realização...

Não sei se todos os que me acompanham sabem, mas eu sou um aspirante a Bibliotecário e estou trabalhando em uma biblioteca (lógico, alguns diriam, mas num é bem assim). Quando digo às pessoas que a minha profissão é Bibliotecário pensam imediatamente que passo os meus dias sentado lendo e fazendo ''Shhhh'', mas não é assim.
.
Primeiramente, porque como um profissional da informação, eu posso atuar em todos os locais atuando como um gerente ou gestor de informação estratégica, por exemplo. Mas não é sobre isso que estou aqui pra falar.
.
Diversas vezes já discuti com uns amigos meus que diziam que todos enveradaram por profissões mais interessantes, que são mais chamativas, mais atraentes que a minha, um simples futuro bibliotecário, profissão sem qualquer atrativo. Já parei pra pensar mil vezes sobre a minha profissão, já refleti sobre ela num post passado (vide Bibliotecário tem sucesso?), mas volta e meia lembro-me que tenho vocação para isso, só preciso saber aplicá-la bem. Essa semana, porém, eu vi que não é tão ruim assim ser bibliotecário.
.
Estava na biblioteca atendendo o público, (diga-se de passagem estamos sendo bem frequentados, quase nunca paro pra tratar os materiais que temos lá para disponibilizar para o público) e eis que chega uma usuária desesperada porque ia participar de um simpósio sobre o Parque Piqueri, aqui de São Paulo e ela precisava de um documento que comprovasse que o Rio Tietê passava por aquele local e que o mesmo foi aterrado, mas não achava nada em lugar algum e ja havia desistido. Ela tinha ido pedir umas fotos aéreas da cidade que temos no nosso acervo e ver um mapa topográfico da região desse parque e eis que, eu, mexendo no acervo da nossa mapoteca encontro um documento extraordinário. Uma planta do referido parque da década de 1930, mais precisamente do ano de 1932, e, acreditem, o rio Tietê realmente passava por esse parque que na época era uma fazenda do Conde Mattarazzo.
.
Vocês não acreditam a realização dela e a minha também. Porra, eu achei uma verdadeira reliquia e a usuária resolveu o problema dela de provar, e ela me disse assim:
.
- É por essas coisas que eu valorizo o trabalho de vocês!
.
Nessa hora eu me senti como um arqueologo sabe, que faz aqueles achados que revolucionam o mundo sabe? Foi bom demais achar aquilo, eu me senti, pela primeira vez na vida, que cumpri o papel que verdadeiramente exerço como um bibliotecário. Foi um momento surreal!
.
Depois de tudo me puz a pensar: as pessoas são o que são por vocação ou por fama, sucesso? É por essas e outras que temos péssimos bibliotecários (eu sei disso!), piores médicos, dentistas, professores, enfim, porque as pessoas, muitas vezes estudam algo sem ter real vocação e aí, quem perde nisso? Quem precisa do serviço dessas pessoas.
.
Profissão pra mim é algo de vocação. Não importa se vou ter sucesso ou se a profissão que tenho tem mais ou menos status no mercado, bibliotecário nesse mundo vai ter sempre emprego e, o único sucesso que realmente importa é ser feliz.
.
Abçs a todos!

Belo é o amor humano...

Domingo...
+
Cerca das 20hs, Terminal Rodoviário, voltando poderia-se dizer de uma viagem, no Bob's, comendo um sanduba com milk shake de ovomaltine. Ao lado, um casal de namorados. O cara beijava a namorada e a todo momento se declarava melosamente, apaixonadamente... Podia ser eu!
+
Enfim, descrição de um final de domingo meu. De fato tudo isso aconteceu da forma descrita e o pensamento foi exatamente este do final. Sou um cara romântico pra caramba, posso dizer que as vezes "faz raiva", como diz um amigo meu, ser assim. Achei a cena dos dois namorados surreal, porque vi que o cara estava realmente apaixonado pela namorada. Eu também sou assim quanto estou namorando, o que não é o caso por hora.
+
O que importa disso tudo é a beleza do amor humano. É muito legal ver duas pessoas apaixonadas e as suas atitudes que são uma verdadeira revolução no seu modo de agir, pensar...tudo passa a ser também em função da pessoa amada, pelo menos comigo é assim.
+
Semana passada, pra ser mais real, na quarta-passada, ouvi uma conversa que me desagradou. Estavamos eu e mais três amigos meus conversando sobre namoro e afins, quando dois deles tratavam do assunto da forma bastante debochada, como se um namoro fosse um relacionamento onde você usa a outra pessoa e a joga fora porque uma "coisa usada" não serve mais. E me pus a pensar, e se fosse comigo, gostaria de ser usado por uma mulher? Imagine se eu gostasse dela e ela só me quisesse pra sexo e depois?
+
De fato tenho que confessar que como todo homem, tenho momentos que sou meio concorde com o pensamento desses meus amigos, porém eu tenho que lembrar que sou um homem e não uma maquina de sexo e que tenho relacionamento com mulheres, e não com bonecas ou qualquer ser inanimado, por isso devo valorizá-la.
+
O pior (ou melhor) de tudo é que quando estamos realmente apaixonados pela garota nem pensamos dessa forma, ela se torna quase uma "semi-deusa" que amamos e somos capazes de fazer muitas coisas por ela, pelo bem dela, para estar com ela...
+
Enfim, o que o amor não faz! Por isso, realmente é belo o amor humano.
+
+
Em tempo, ganhei mais um selo, (Brigadão Ariane),hehe... e dedico este selo à...
+
+
Abçs.

Crescimento humano, descoberta do tesouro interior...

E aí pessoas...
+
Neste post resolvi falar um pouco do tempo que eu estou vivendo atualmente...
Crescimento humano! Maturidade humana conquistada a cada dia...um novo tempo!
+
As fotos acima se referem ao pensador que tem feito eu parar para refletir: Frei Louis Marie, ou simplesmente, Thomas Merton. Um grande pensador e teólogo do século XX, que era a favor da paz entre os homens, entre as religiões, enfim, paz mundial!
+
Tenho crescido muito no empenho do respeito ao ser humano, no respeito a mim mesmo, já que muitas vezes eu procurei ir alem do que eu sou, transgredir o meu tempo, o meu querer, o meu ser, sendo que isso não é pedido nem por Deus e nem por ninguém... Vida nova! Descoberta de um novo EU.
+

Muitas coisas boas estão acontecendo atualmente, porém digo que encontrar-se com sua própria essência é surreal... Saber como você é realmente, como você pensa, como gosta, como vive, como ama, como reage a situações diversas... É uma fantástica descoberta de si mesmo...
+

É muito estranho encontrar com seu mundo interior, mas faz você crescer muito e se tornar cada dia melhor e encontrar a paz consigo e com os outros em acréscimo...enfim, é um irradiar, descobrir um tesouro oculto, que nem eu mesmo conhecia, totalmente surreal!

+

Tenho q ir agora, obrigado por visitarem! Até mais! Bom Feriado!
+
+
Um pensamento para reflexão: “O mundo é, em sua essência, empenho, conflito, divisão, divergência. Para que haja paz no mundo, o homem tem que renunciar ao seu egoísmo para que a paz exista e não podemos promover a paz com outros a menos que estejamos em paz conosco mesmo.” - Thomas Merton

A amizade é o que importa!

Mais uma semana se passou! Há um tempo atrás ouvi essa frase: " A amizade é o que importa!" e me pus a pensar. Na minha opinião, essa frase está mais do que certa, pois pra mim amizade é algo que tem carater incondicional, mas infelizmente não é assim vejo as pessoas encararem esse tipo de relacionamento humano.
+
A amizade é o que importa! Mas será que sabemos o que significa ser amigos?
+
Tenho percebido em minha vida, nestes tempos muito o valor de uma amizade, porque convivendo nesse nosso mundo, vejo que hoje isto está desaparecendo, todas as relações se tornaram uma espécie de relação ‘custo-benefício’: quando me convém a pessoa é minha ‘amiga’, quando não, ela é um colega; ou então, ela é minha amiga, mas eu não suporto isso ou aquilo que ela faz ou age. Isso é amizade? Pois é isso que vejo. Mas o que é realmente a amizade. Amizade é amor! Sim, amor fraterno, "amor philia", amor! E o amor é algo gratuito, não busca seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. Tudo desculpa,tudo suporta.
+
Neste mundo individualista, cada vez nós mesmos estamos nos tornando mais presas de nós mesmos, e pensando que em tudo podemos ser consumistas, e, infelizmente acabamos nos tornando ‘consumistas do amor alheio’ por agimos pela razão da relação ‘custo-benefício’, mas amizade, não é nada disso. A amizade não requer gratidão, presentes, cobranças, ela simplesmente requer amor mutuo!
+
Amigos são pessoas simples que sabem ouvir, escutar, compreender e ser sempre uma porta aberta em qualquer situação. Amigos são aqueles que nos aceitam como somos sem julgamentos, sem reprimendas, sem cobranças...(exceto as devidamente necessárias),amigos são aqueles para quem podemos contar o nosso melhor e o nosso pior...Amigos são assim!
+
Pra mim:
+
"Amizade não é um meio de conquistar coisas em benefício próprio...mas amar em benefício do outro!"
Abçs!

Meme e Selo

Recebi esse meme do Leonardo (Sound of Silence) que me atribuiu também o Selo. (Valeu velho!) Agora vou responder e encaminhar para outros blogueiros de plantão, hehe.

I– Qual é a sua palavra favorita?

CARIDADE! Gosto dessa palavra porque ela mexe muito comigo e me impede de ficar parado em mim mesmo.

II- Qual é a palavra que você menos gosta?

ÓDIO! Ela traz consigo uma carga que repugno totalmente.

III– Qual é o seu som favorito?

MPB e Pop-Rock dos Anos 80, principalmente.

IV– Qual é o som que você mais odeia?

Funk e Rap. Não escuto nem que pague!

V– Qual é o seu palavrão favorito?

Tipo, num tenho nenhum palavrão favorito! Vou ficar devendo essa. Hehe!

VI- O que te anima?

Muitas coisas me animam: meus amigos, minha família, a bondade das pessoas, a esperança de um mundo melhor, o desejo pela paz.

VII– O que te repugna?

Mentira, hipocrisia, falsidade e desprezo por parte das pessoas.

VIII- Qual profissão, diferente da sua, você gostaria de ter?

Se eu não fosse o que sou, eu seria detetive ou jornalista.

IX- Qual profissão você nunca gostaria de ter?

Policial Militar e Coveiro. Nem rola caçar ladrão nesse país e muito menos enterrar defunto!

X– Se existir o Paraíso, o que você gostaria de ouvir Deus te dizendo quando você chegasse à porta do Céu?

Como sou cristão, gostaria de ouvir aquilo que eu espero ouvir de Deus ao chegar diante dele, pois eu acredito que o Paraíso existe. Quando chegasse lá gostaria de ouvir apenas isso:

- VEM MEU FILHO, EU TE AMO!

Eu já estaria satisfeitíssimo com isso! (hehe).

Agora, vem o selo, hehe

+
+

E eu repasso esse meme e o selo para:

Palhaços do circo sem futuro...

Aproveitando o clima "espetáculo" que estão dando para o caso Nardoni (que me abstenho de comentar nesse blog), o bicentenário da Chegada de D. João VI ao Brasil e da CPI do Cartão Corporativo, resolvi motivar uma reflexão nos meus visitantes.

O circo teve sua origem nos povos nômades da Eurásia. Na Grécia Antiga, os circos situavam-se nos hipódromos. Ali, o povo festejava o regresso dos seus guerreiros, representando diversos números circenses. Durante o Império Romano era um edifício público onde se disputavam corridas de carros e de cavalos, as lutas entre gladiadores e era palco do martírio de vários cristãos e diversão para os romanos pagãos, principalmente no Coliseu.
+
No nosso país, ele começou a se apresentar ''oficialmente" a partir da ''era Joanina", quando D. João VI, retornando a Portugal, nos roubou os cofres do Banco do Brasil. Poderia-se dizer que fosse uma "indenização" antecipada pela Independência, já que atualmente os historiadores dizem que ele já sabia que o país ia se tornar independente, porém isso continuou no Império e depois na República com os governantes do Café-com-Leite e chegou até a atualidade com as palhaçadas da "Nova Democrácia" que o povo suporta.
+
Diversos casos de corrupção ocorrem todos os dias na política. Fraudes, propínas, cartões corporativos, roubos descarados e uma política assistencialista 'à la Vargas' do partido que está no poder e de seus aliados.
+
Realmente esse nosso país é um circo e nós somos os seus palhaços que nos apresentamos no palco da vida para que a elite nos assista. Enquanto a elite assiste e participa do "espetáculo", nós, os palhaços, suportamos seus desmandos e ainda aceitamos com a mesma mansidão de cordeiro, a tudo o que se desenrola no nosso país.
+
Onde estão as pessoas que lutaram pela ''democratização" na década de 80? Onde estão os estudantes, os jovens, os homens e mulheres que resistiram durante a ditadura militar? Onde estão as pessoas que lutam nesse país?
+
Vamos ser pra sempre os palhaços? Vamos desejar eternamente comprar a pipoca, o algodão-doce e a maçã-do-amor que está sendo vendida pra mofar, porque o salário, mal dá pra pagar os impostos que sustentam essa elite "bom-vivant"?
+
Que nós somos hoje? Palhaços de circo... atualmente palhaços loucos, sem qualquer perspectiva, desmotivados... Rimos das nossas próprias peripécias desastrosas... risos loucos de suicidas.
+
Hoje, somos palhaços de nossas próprias vidas...palhaços que não mais sonham...nascem, crescem, se reproduzem e morrem sem qualquer perspectiva. Não sonhamos, não esperamos em nada....

Viver Bem

Todos os que acompanham o meu blog tem visto que eu tenho passado por uma fase bastante 'dark' da minha vida, mas ao mesmo tempo tenho visto que tenho recebido força de muitos por aqui.
+
Aqui tem sido um lugar onde posso ser livre me expressando e sem que ninguém me julgue fraco de caráter ou me critique por qualquer atitude que eu tenha tomado. Aqui posso ser mais livre sobre o que estou vivendo do que na vida real. Aqui não escondo nada, sou eu mesmo, carne e osso, sonhos, desejos, desilusões, pesadelos, dores, tudo!
+
Hoje, aliás, na quinta feira mesmo eu comecei a encarar as coisas de outra forma, como é preciso fazer e percebi que precisava me permitir viver, aproveitar a cada momento e é agora o que estou fazendo. Na Quinta e ontem eu me permiti viver melhor.
+
Apartir de agora, desapeguei-me do meu passado! Ele existe, foi bom, mas o hoje pode ser melhor e hoje é o quero pra mim.
+
Ontem, fui pra um happy hour e me diverti pra caralho! Discuti sobre diversos assuntos e me senti jovem de novo! Senti que podia viver, que nem tudo está perdido e quem decide ser feliz e fazer a minha vida feliz sou eu mesmo!
+
Por isso, queria agradecer a todos, principalmente a Carla M. pelo incentivo e por muitas vezes fazer eu pensar que apesar de tudo viver é um dom único!
+
Abçs a todos!
+
"Velhos momentos não voltam mais
Não é possível andar pra trás
É bom ser simples pra se entregar
Juntar coragem pra acreditar
Ou pra recomeçar...
(...)
Viver bem !!!
Ser forte pra sorrir por dentro
Viver bem !!!"
+
(Viver Bem, Ziza Fernandes)

Hoje...

Hoje me deprimirei
Me entristecerei à meia-noite,
No barulho da chuva,
Escondido, reprimido....

Não quero luz,
Não quero som,
Não quero nada!
Ah, eu quero a luz apagada!

Só nesse momento:
Não quero saber de nada!
Nem noticias de domingo,
De partida...
Ou de chegada.

Não quero fazer a barba,
Não quero usar colonia,
Nem mesmo sair “de balada”!

Quero que este lugar seja só meu...
Quero ali, apenas...
A solidão, as lágrimas, a dor.
Eu... a solidão e meus pensamentos.
Pensamentos: quiça sejam tormentos!

Só, por enquanto, só!
Quero ser dono de mim.
Porque todo mundo tem um mundo
Dentro de si mesmo,bem lá dentro...
No fundo.

Quero ser dono, do meu eu, meu mundo.
Pois os mundos, hoje em dia,
Só tem donos moribundos....
Vagabundos...
Que dão vexame rotundo!

Quero habitar o meu mundo,
Hoje... de noite.
Deitado na cama, num sono profundo.
Quero sonhar, ser feliz!
Quero habitar o meu mundo!

(Luifel)

Saudades...

Acho surreal pensar como a nossa vida está arquitetada enormemente encima de fatos que passaram, mas também é surpreendente a força que esses fatos tem sobre a nossa vida nos dias de hoje.

Alguns dizem que o futuro se constrói baseado no passado, pode ser que concorde com isso, mas essa teoria pode ser falsa, quantas pessoas não estão a cada dia se reinventando e começando algo novo, uma vida nova, um emprego novo, um namoro novo, amizades novas... E será que tudo isso realmente está calcado no passado dessas pessoas? Pode ser...!

Uns tempos atrás numa crise de depressão fodida que tive parei pra pensar se realmente a minha vida naquela época era tão boa quanto o meu passado e concluí que não. O meu passado havia sido muito melhor do que o presente, e talvez, apesar de livre da depressão, ainda ache isso uma verdade absoluta da minha vida, meu passado foi melhor do que é o meu presente.

A dias atrás encontrei um velho amigo meu, que é um 'nerd' do caralho e que está estudando na Unesp, Engenharia Mecânica, e voltei ao passado... por um momento acho que vi as coisas boas que vivi e isso foi meio confortador e me deu esperança num futuro melhor, e é isso que está me motivando hoje essa “esperança num futuro melhor”, mas enquanto esse futuro melhor não chega tenho saudades do meu passado.

Saudades dos meus 13 anos, do meu amigo Harrison, dos nossos “papos cabeça” e do amigo que era um irmão...

Saudade dos meus 16/17/18 anos, com os meus amigos Diógenes, Grazielle, Raphael Rosa, Cynthia, Rodrigo, Débora, Alba, André, Robson, Renato...amigos que me fizeram crescer e que cresceram comigo.

Saudades de 2005, de poder experimentar verdadeiramente o que é o amor e de amar uma mulher tão doce e especial da qual tive que abdicar pela felicidade dela. E mesmo de longe posso ver que realmente ela está feliz.

Saudades de 2005/2006 e do amigo que também foi um ''irmão'' que ganhei. E também que se foi. Saudades dos bons momentos, da amizade que subsiste apesar da distância...

Saudades! Será mesmo que o passado é melhor que o presente? Um caso a se pensar!

Abçs a todos!

O Novo...

E quantas coisas aconteceram... lutas, fracassos, vitórias, conquistas, progressos, amadurecimento...tudo o que aconteceu foram obras e feitos, agora são o passado.
+
E então o que temos: o Futuro, o novo que estamos encontrando pela frente. O que será deste futuro? Essa pergunta passa por todos os corações diante do novo. O interessante é o quanto temos medo do futuro... Todos sem exceção tem medo do novo. Mas o que é o futuro?
+
Futuro.... “O futuro é hoje, cabe na mão!”, assim dizem os Titãs na música ‘Daqui pra lá’. De fato podemos ver que de fato hoje é o futuro. Se a cada dia eu pensar nisso vou fazer progressos grandiosos...O homem em tudo o que alcançou viveu inconscientemente esta divisa, pois se não nunca chegaríamos a nada.
+
A sede do homem pelo novo é o que o motiva a cada dia viver um futuro hoje e a buscar este futuro hoje. O futuro-hoje é feito por aqueles que são ousados e não temem arriscar-se, não temem jogar todas as cartas naquilo que acreditam, não temem experimentar o novo para ver se vai ou não dar certo, se lançam e vão...
+
O futuro é hoje e cabe na mão! Não tenham medo, vivamos a cada dia o futuro de hoje, pois como diz Thérese de Lisieux:
+
“Se pensamos no passado ou no futuro perdemos a coragem e nos desesperamos”.
+
Abçs.