La vita è imperfetta

"A vida em si é imperfeita. Todas as coisas criadas principiam a morrer na mesma hora em que começam a viver, e ninguém espera de qualquer delas que chegue a uma absoluta perfeição e muito menos que nela se mantenha. Cada indivíduo é apenas um esboço da perfeição específica prevista para o seu gênero. Por que exigir mais do que isso? "

(Thomas Merton)

Nesses dias estou bastante atarefado com a rotina do final do semestre da faculdade, mas vi esse texto que gostaria de compartilhar com vocês e que me fez e faz muito pensar.

Eu diversas vezes desejo tanto que as coisas sejam táo perfeitas, mas será que tudo tem que ser absolutamente perfeito na nossa vida? Será que não nos podemos admitir alguns erros?

Fiquei pensando nisso, e deixo pra vocês pensarem também!

Rrá!

17 commenti:

Clecia { 20 de junho de 2008 00:13 }
A perfeição não existe, mas podemos ao menos tentar alcançá-la. Um abraço!
Pedro { 20 de junho de 2008 00:24 }
Fim de período é tenso.
Clóvis Correia { 20 de junho de 2008 08:34 }
Obrigado pela visita e pelo comentário, eheheh não sabia que ainda lia!

Abraços!
Leonardo Werneck { 20 de junho de 2008 20:12 }
Não, nada tem que ser perfeito não, além de não existir, qual a graça teria se tudo fosse certinho?

Adoro a vida com todas as imperfeições dela.

Abraços
Clóvis Correia { 20 de junho de 2008 21:49 }
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Míope { 20 de junho de 2008 22:19 }
É, me fez pensar sim...
Muitas e muitas vezes agente desanima quando algo não está lá como nós pensamos que seria ao invés de aproveitar o que está acontecendo da forma que está acontecendo.

Te cuida aí, que fim de período é correria mesmo.

Abç!

Brigadão por presentar o ótica com sua visita.
elis { 20 de junho de 2008 23:26 }
oiiiiiii
pois é garoto muitas vezes buscamos a perfeição e tá aí que acbamos com nos mesmos..
eu era muito perfecsonista...
mais hj eu precebo a vida em outro angulo..pq tudo muda o tempo todo...
devemos simplificar ao maximo as nossas vidas ..
um xero bem grande...!
Elis { 20 de junho de 2008 23:28 }
eita..eita..corrija ai esta ortografia...acho que desse jeito vou lá pro soletrando..rsrs!
um xero!
Talvez eu conte... um dia. { 21 de junho de 2008 02:02 }
Pra que ser perfeito, se é com o erro que se aprende?
;)

;*
Latinha { 21 de junho de 2008 13:40 }
Rapaz... a primeira vista, o que me veio na cabeça é que discordava da frase... afinal, (eu acredito) que a vida é perfeita! Ele nos oferece tudo o que precisamos, situações de crescimento, momentos de alegria, oportunidades de conseguirmos tudo o que desejamos.

Na prática, nós que não aceitamos que as coisas são simples e ficamos maneiras de complicar e complicar.

Mas foi ai que cheguei no fim e vi que tinha um "autor"... que provavelmente tem mais propriedade do que eu para falar algo... (mas mesmo assim, acho que a coisa tá perfeita!!!) ;-)

Abração e desculpa ai o sumiço...
Agora as coisas tendem a ficar mais calmas (ou não!) ehehe
FOXX { 21 de junho de 2008 13:52 }
perfeição inclusive é um tanto chato né?

mas o pior é ficarmos esperando a vida ficar perfeita para vivermos...
Filipe Garcia { 21 de junho de 2008 15:27 }
Olá meu caro,

essa frase foi boa pra gente perceber que não tem como mesmo ser perfeito e ninguém espera isso da gente. Tão bom tornar as coisas mais simples. Essa frase só me fez bem.

Abraço
camila { 21 de junho de 2008 17:28 }
Não acredito em perfeição humana.
Nada nem ninguem aqui neste mundo é 100% perfeito.
Mas o que mais há são pessoas que a buscam, e isso (dependendo da maneira) faz pessoas melhores.
Beijo
=)
Ultra Violet { 22 de junho de 2008 08:09 }
Perfeita a citação.Nosso desafio é lutar para aceitar a impermanência das coisas e aprender que a nossa imperfeição é o que nos torna perfeitos.

Bjs.
Igor Lessa { 22 de junho de 2008 10:56 }
Eu curto tentar o perfeito, somente nas coisas que valem a pena. Acho que o nosso grande desperdício de energia, está em focar nossos esforços perfeccionistas, nas coisas que não precisam ser.

E perfeito mesmo, nunca é, né; num ponto de vista mais global. Mas acredito que de um ponto de vista individual, você pode experimentar muitas coisas como perfeitas para você - e isso basta.

Um GRANDE abraço!


Olhando Pra Grama - Crônicas de um ansioso
Srta Diazepan { 23 de junho de 2008 16:21 }
eu também sofro desse mal... quero sempre as coisas perfeitas. Mas um dia aprendo a ver perfeição nas coisas simples...to tentando...

:o)

beijos e boa semana
Vinícius Aguiar { 25 de junho de 2008 12:41 }
A busca da perfeição acaba sendo um processo natural do ser humano, mas para que possamos sobreviver a ele, é necessário que haja paralelamente a consciência de que esta perfeição não existe... então, decidimos ir atrás do "melhor possível", admitindo que podemos (e devemos) errar e aprender com esses erros!
Abç!