Papéis avulsos...


"Cada manhã, ao despertar, você começa uma nova vida,
viçosa, dinâmica e cheia de otimismo.
Mas se a caminhada ficar novamente difícil,
continue andando para frente, (...), e alcançará a meta."

(O Caminho da Esperança, Cardeal Van Thuan)


Diante disso é que eu tenho uma certeza: Quero continuar a caminhar. Mesmo que em meio às dificuldades e às pedras. Pois a esperança, pode frustrar, mas ela nunca engana nunca.

AbRrá!

Um café...


Tomar um café
Esquecer da vida
Compartilhar sentimentos
E experiências vividas.

Tomar um café
Esquecer por um momento
Quão dura é a realidade
Malfado pensamento!

Tomar um café,
Comer um pão de queijo.
Quem sabe numa dessas
Não me dá ela um beijo!

(Luifel)

Cinestesia urbanóide

(Ao som de Roda Viva, Chico Buarque)

Caminhava na Paulista e observava as pessoas, um mundo de diversidades! Eram os cults com camisetas de universidades, os executivos sisudos que saiam com seus ternos e suas malas, os hare khrishna que batucavam caminhando pela avenida, os hippies vendendo seus artesanatos. Homens e mulheres, beijos e abraços, risos e lágrimas.

Caminhava e observava. De tanto observar começou a sentir... a rebeldia dos jovens, seu vigor, fervor, sua juventude e seus nobres ideais tomaram o seu coração. De repente, não era mais ele... Era um deles e conversava sobre Marx... Como seria bom se a nossa sociedade fosse diferente, mas, não é e estamos vendidos para a prostituta do Capitalismo norte-americano.

Caramba! Amanhã tenho reunião com os diretores daquela empresa alemã. Não posso me esquecer de pedir à minha secretária que me entregue aqueles relatórios. Preciso conseguir esses clientes para a empresa senão estou com a corda no pescoço. Esses jovens, como era bom ser assim como eles...Bons tempos!

Como o mundo esta preso demais as coisas materiais. Esse prédio, aquele homem, aquelas roupas de marca, Armani, aquele carinha lá com aquele Rip Curl ou sei lá o que... Que importa tudo isso se eles não são livres! Nirvana, nem sabem que é isso...

- Senhor, qual o seu pedido?
- ...
- Qual o seu pedido? Vai de Big Tasty hoje?
- ...
- Batata grande? Tortinha de maça ou sundae como sobremesa?
- ...
- Senhor?

[A atendente o chacoalha]

- Hããã?!.. Ah,Quero um número um com batata grande!

Um sonho real

" Eu adormeci sorrindo
Sonhando com nosso amor
Sonhando com nosso amor
Sonhando... "

(Correnteza, Tom Jobim)


O despertador toca. Eram seis horas da manhã. Essa é a sua casa, esse é o seu quarto, mas o cheiro adocicado que ele sente não é comum. Ele se deixa levar por esse cheiro adocidado e tão bom, é inebriante.


Ele abriu os olhos. Era a sua casa, tinha certeza disso. Não estava enganado , nem iludido. Era a sua cama, seu guarda-roupa, seus livros, seus discos, mas aquele cheiro não era característico dele e nem da sua casa.

Ele se levantou e abriu a porta do quarto. Deu de cara com o mais lindo sorriso. O lindo sorriso era emoldurado por um rosto lindo, doce, belo, de olhos castanhos e longos cabelos. Ele sorriu de volta. Era dela esse cheiro encantador.

Ela vestia um vestido azul clarinho. Ele ainda estava de pijamas. Ela fala:

- Bom dia, meu amor!
- Bom dia, minha linda! - ele responde.

Ele bendizeu aos céus por ter se casado com uma moça tão bela e doce, tão linda. Essa era a primeira noite que eles tinham dormido em casa, depois da Lua-de-mel. O sonho era realidade!

Grandes Esperanças...


"De cada luta ou repouso me levantarei forte como um cavalo jovem"

(Perto do Coração Selvagem,Clarice Lispector)


O sábado passou e o domingo amanhece. E tudo caminha devagar, com a mesma pressa de uma câmera lenta. Fracasssos, dores, desenganos e tédio.

Um novo começa sempre, sempre uma nova chance de recomeçar. Tentar sempre faz parte, a vitória e o fracasso fazem parte de um processo normal. Lidar com o fracasso faz parte de um processo de crescimento sadio. Um amadurecimento efetivo não é aquele que acontece da noite para o dia, mas aquele que acontece com o tempo.

Nos dias de chuva forte, todos dizem que ela passa logo, enquanto que a garoa ou o orvalho tem uma continuidade muito mais consistente. É assim que devem ser as transformações na nossa vida, algo efetivo e duradouro.

Fragmentos do que vivo, penso, sinto e surpreendo. A desordem. Esse sou eu e também aquilo que não consigo perceber.