Il Natale...

“Gloria in altissimis Deo, et super terram
pax in hominibus bonae voluntatis”.

(Lc 2,14)

Alguns amigos meus me falaram rancorosamente sobre essa festa - que tenho imenso apreço - uns com raiva, outros com um ranso de cansaço e falsidade que as algruras da vida familiar acaba colocando em alguns corações.

Confesso que fiquei chateado de pensar que o Natal para as pessoas se tornou isso: uma festa calcada na falsidade, onde nossos rancores pessoais tomam lugar à possibilidade de vivermos bem e de tentarmos ser felizes novamente.


Quando Cristo veio à terra na forma de uma criança, certamente fez isso para unir o Homem novamente a Deus - assim eu, como cristão, acredito - ou seja, para reconciliar os que estavam em discordia, desunidos.
Por isso, sempre que chega o Natal, vejo-o como uma oportunidade para recomeçar tudo outra vez; esqueço minhas dores e começo a me encantar pelo encanto que tem esse tempo na nossa vida: as luzes, os pinheiros, o presépio e, principalmente, o rosto das pessoas que se enchem de gáudio pela festa próxima.

Me alegra poder ver a alegria na face das pessoas. Pode ser inocência minha, mas é algo que encanta - nesta sisuda cidade de São Paulo - ver como o clima da cidade se transforma. Todo mundo se torna mais manso, mais fraterno nessa época e meus amigos dizem que é tudo "falsidade"!
Eu, porém, não penso como eles.

Ainda acredito no ser humano e me deixo encantar pelo Natal. Ainda posso ver que o Natal - apesar de todo consumismo e dos rancores existentes - é capaz de deixar o homem mais humano, mais fraterno, mais pacifico, mais aberto à caridade.
Talvez, meus amigos estejam certos e o Natal possa ser tudo aquilo que eles dizem mesmo. Eu porém nunca vivi isso e vejo o Natal, mesmo com as dores e sofrimentos, como uma oportunidade de viver algo novo.

Penso que, se vemos o Natal somente pelo seu lado negativo, não confiamos na capacidade de renovação de nós mesmos e dos outros e isso, é falta de fé na vida, nos outros e - principalmente - falta de fé em si mesmo.

A todos os meus leitores, os melhores votos de FELIZ NATAL!


AbRrá!



Crédito da Imagem: retirada de http://sede-de-deus.blogspot.com. Representa uma cena comovente na vida de Francisco de Assis, cena na vida deste grande homem que me admira, sempre que leio.

6 commenti:

Pollyanna { 23 de dezembro de 2008 18:00 }
Ahhh, eu amo o Natal.
[ rod ] { 23 de dezembro de 2008 21:32 }
Natal é época de reunir a família e por mais casual que isto seja.. neste ano é disto que vou sentir falta.


Feliz Natal pra ti.

Abçs meu caro,




Novo Dogma:
aNo 9...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/
Flor { 23 de dezembro de 2008 22:31 }
o Natal é uma epoca de uniao...
assim como vc, acredito que Jesus veio a Terra para unir as pessoas, e o Natal deveria ser isto... uma festa de uniao, amor, paz... mas hj em dia o que mais vemos sao as lojas faturando... o natal tornou-se uma festa comercial ao inves de religiosa para muitos!
para mim nao! eu amo Natal e amo Jesus!!!
beijoo

um natal e ano novo maravilhoso pra vc!!!
Leonardo Werneck { 24 de dezembro de 2008 04:11 }
Feliz natal cara, abração
Igor Lessa { 28 de dezembro de 2008 14:08 }
Pra falar a verdade, sinceramente mesmo, sabe quando eu sinto mesmo a tal energia do natal? Tipo uns minutos antes e depois da ceia e troca de presentes. Não pelo interesse, mas parece que a festa em si, causa nos membros da familia, nessas horas, uma espécie de simpatia aflorada, sem ser a falsa. Sei lá, estranho...


Olhando Pra Grama - Crônicas de um ansioso
PULCRO { 28 de dezembro de 2008 15:41 }
Feliz 2009 pra ti queridão.
abração


http://www.pulchro.blogspot.com/