Esperança frustrada?


“Vamos nos reconstruir, vamos nos restabelecer.”

(Barack Obama,
Discurso proferido em 24.02.09)



Ontem à noite, um amigo no MSN comentou sobre um discurso que o presidente dos EUA, Barack Obama, fazia e que meu amigo, fluente no idioma inglês, estava assistindo via net. Chego hoje ao trabalho e me deparo com uma manchete no jornal: “Confiança desaba e Obama prega otimismo no congresso”.

Desde a eleição desse presidente, tenho me questionado até onde Obama pode fazer tudo aquilo que esperam dele. Já pontuei - pra mim mesmo - que deve existir algum equívoco no que está acontecendo. Não! Eu não sou e nem quero ser pessimista, mas parece alvoroço demais, colocar todas esperanças, num homem que não me parece ser, nada mais, que um homem comum e não uma ‘mente brilhante’.

Bom, me parece às vezes, que o mundo pensa que Obama é Lincoln ou Roosevelt, mas - é bom lembrar - Obama não é nenhum deles e, o mundo em 2009, não é o mundo do início do século XIX ou da década de 30 do século XX.

Alguém pode pensar: esse presidente já está decepcionando? Do ponto de vista da economia, as reportagens da mídia mostram que a medida adotada pelo presidente ainda não surtiu efeito, porém, é interessante ponderar que faz apenas um mês que o presidente foi empossado e me parece que – frequentemente - cobram dele, posturas de um presidente que já tem um bom tempo na Casa Branca.

Não quero defender e nem criticar o presidente yanque, mas me pergunto: Obama agora é Deus? Segundo aqueles que creem - entre os quais me incluo - somente Deus é onipotente. Será que colocar nas mãos de um homem, que como disse antes – não me parece ser uma ‘mente brilhante’ – todas as esperanças de resolver o problema da crise mundial, não é atribuir-lhe algo do qual ele não é capaz de resolver sozinho?

Fico sem encontrar respostas, ainda...

AbRrá!


P.S.: Estou me aventurando no ramo da crítica, porém, me acho totalmente inapto para isso!

12 commenti:

@line-;-- { 25 de fevereiro de 2009 17:49 }
Lembra do primeiro mandato de Lula? Um país cheio de esperança de mudança, pregado pelo próprio PT. Assim acontece com Obama, todos depositaram suas esperanças nele, como se ele ser eleito já vai solucionar os males da humanidade.

Esperemos e vejamos o que acontece.

Bjm
FOXX { 25 de fevereiro de 2009 21:57 }
Pq vc estaria sendo pessimista só por apontar um fato real? Estão esperando mto do Obama!
Camila { 26 de fevereiro de 2009 09:24 }
Não, ele não é e nunca será Deus! Porem acho que há pessoas que pensam assim.

Saudade de tu!

Beijozão
André Felipe { 26 de fevereiro de 2009 11:40 }
a esperança exorbitante é o remédio dos desesperados.
ruim com ela, pior sem ela.
não acha?

blog legal.
Welker { 26 de fevereiro de 2009 14:54 }
Onipotencia não existe. Além do mais, esperar atitudes de alguém que não seja você mesmo é horrível.
Míope { 26 de fevereiro de 2009 19:13 }
Também acho muito exagerada essa propaganda do novo presidente dos EUA. Muito alarde pra pouco tempo no poder.

As pessoas tem que ser mais pacientes, e não jogar todas as cartas numa pessoa só.

Muito bem colocada sua crítica!

;D

Abç!
Thiago { 26 de fevereiro de 2009 19:41 }
se saiu bem na crítica, também não o enxergo como esse Deus aí, fato que entrou pra história, um negro assumindo a presidência dos EUA, não só por ser negor, mas por querer coisas que os outros nunca tentaram, ou nunca quiseram. Vamos ficar à espera de que ele realmente cumpra o que tanto diz!

:)
Vinícius Aguiar { 27 de fevereiro de 2009 10:12 }
Não, ele não é Deus... mas é o homem que dirige a maior nação do mundo,e muita coisa, acredite, MUITA COISA MESMO está nas mãos dele e da equipe dele... eu diria que o seu emprego, o meu, o de muitos brasileiros... com a globalização passamos a depender fervorosamente dos países ricos... ainda é tempo de esperar, mas espero, para o bem de todos, que ele possa ser a chave da mudança da política econômica e internacional desastrosa do seu antecessor!
Luciana Brito { 27 de fevereiro de 2009 11:31 }
Olá!

Primeira vez no teu blog e já me deparo com uma crítica bem legal.

Realmente Obama não é nenhum Deus e talvez esteja demonstrando mais do que realmente pode fazer. Resta ao povo, cheio de esperanças e nacionalistas ao extremo, acreditar.

Boa sorte para ele, é só o que posso desejar.


Gostei do blog. =]

Vou linkar, tá? ^^

Abraço.
Filipe Garcia { 27 de fevereiro de 2009 16:14 }
Oi Luifel,

eu acho que, quando as pessoas não têm muito em que acreditar, se apegam a alguma figura que pareça forte o suficiente. Deveria ser esse o raciocínio para as pessoas chegarem até Deus,mas, infelizmente, não é o que acontece.

Gostei dos seus primeiros passos no ramo da crítica!

Abraço.
Lih { 28 de fevereiro de 2009 01:39 }
O problema não é ele ser tudo ou ser nada.... a grande questão é q o povo precisa de esperança.. precisa esperar que as coisas mudem... ainda mais depois de um Bush....rs

bjs!
Thyago David. { 28 de fevereiro de 2009 19:54 }
Sabe escrever critica sim :P
Muito bom rpz.